domingo, 25 de maio de 2014

Eleições Euopeias 2014 - Resultados Finais

O Alandroalandia apresenta em primeira mão os resultados já conhecidos das Eleições Europeias deste Domingo, no Concelho de Alandroal

União de Freguesias de Alandroal:
(Alandroal, Rosário, Mina e Juromenha)

Partido Socialista           253 (38,05%)
CDU (PCP/PEV)          181 (27,22%)
PPD/PSD - CDS/PP       83 (12,48%)
Bloco de Esquerda           39 (5,86%)
Partido da Terra               32 (4,81%)

Freguesia de Santiago Maior:
CDU (PCP/PEV)          420 (46,98%)
Partido Socialista           321 (35,91%)
PPD/PSD - CDS/PP       55 (6,15%)
Bloco de Esquerda           18 (2,01%)
Partido da Terra               14 (1,57%)

Freguesia de Terena:
Partido Socialista           108 (37,37%)
CDU (PCP/PEV)          104 (35,99%)
PPD/PSD - CDS/PP       36 (12,46%)
Bloco de Esquerda           10 (3,46%)
Partido da Terra               10 (3,46%)

Freguesia de Capelins:
CDU (PCP/PEV)          79 (38,35%)
Partido Socialista           72 (34,95%)
PPD/PSD - CDS/PP     20 (9,71%)
Bloco de Esquerda           3 (1,46%)
Partido da Terra               3 (1,46%)


Quadro com os resultados finais de todo o Concelho de Alandroal


 Nota: Só são apresentados os resultados dos partidos com Eurodeputados elegíveis

4 comentários:

Anônimo disse...

O que é que não nos disseram nestas eleições? Que apesar de estarmos em crise e termos de nos encontrar a nível nacional existe uma governação europeia que nos comanda, e que isso importa. Estamos lá e enquanto lá estivermos temos algo a dizer. E há uma coisa que eu quero dizer à europa e a todos nós eleitores: pelo nosso descrédito dos politicos mais do que das politicas, vamos qualquer dia ter no poder, e em qualquer poder, gente que não interessa. Para mim ganhou a abstenção numa aproximação clara às politicas de extremas direitas ou esquerdas ou de personagens que aparecem dizemdo coisas que são puro engano porque só lá estão por interesses pessoais. O voto ou não voto do descontentamento, do descredito, do não querer saber vai levar-nos num futuro de novo ao silêncio. Não será para mim mas os meus netos voltarão a conhecer o que de pior a história já nos mostrou. Eu por mim enqianto viver lá irei colocando na urna o voto, direito que abril me deu.

Anônimo disse...

Geridos por 2 gaiatolas não vamos a lado nenhum.
Não há dinheiro para se comprar papel mas depois há para outras coisas

Anônimo disse...

"não vamos a lado nenhum."

Já todos vimos isso.
Quer dizer: vamos, mas é de mal a pior.

Que tristeza.

Anônimo disse...

Ninguém pretende ir a lado nenhum... estamos aqui bem. Isso de ir a outros lados foi no tempo das passeatas e regabofe. Isso acabou, por mais que lhe custe!

Loading...