sexta-feira, 15 de junho de 2012

I Edição do “Alqueva Lake Challenger” entre Juromenha e Villareal

Nos próximos dias 16 e 17 de junho a Albufeira de Alqueva, entre Villareal e Juromenha, vai receber a primeira edição do “Alqueva Lake Challenger”. Trata-se de um evento desportivo promovido pelo Club Náutico Marina de Villareal (Olivença) com o apoio da Diputación de Badajoz, Desporto da Extremadura e os municípios de Olivença e Alandroal.
O objectivo é aliar o desporto, o lazer, a história e o património natural e arquitectónico para dar a conhecer as potencialidades turísticas da região e ao mesmo tempo, promover as potencialidades económicas do Grande Lago.

Juromenha vai ser o local ideal para assistir a um programa que contempla a realização de regatas de “traineiras” (embarcações a remo muito populares nos rios do norte de Espanha) estando convidadas para esta demonstração 3 embarcações e correspondentes tripulações da região da Galiza. Estão ainda previstos passeios de barco, kayaks e veleiros e a realização de descidas em canoa, desde a Ponte da Ajuda até Juromenha, onde todos são convidados a participar. 

Segundo os organizadores, o local tem condições excecionais para a prática de desportos náuticos, mas que infelizmente não estão a ser explorados. “Por isso mesmo, decidimos, em colaboração, organizar este evento desportivo que pretende explorar as potencialidades desta zona fluvial para criar dinâmicas e despertar as pessoas para a prática deste tipo de desporto” refere Andrés Bas.
João Grilo, presidente da câmara de Alandroal, destaca as dinâmicas de aproveitamento dos recursos do Alqueva que estão a surgir no concelho, em particular junto a Juromenha, com a criação da Wadnature, empresa de animação turística parceira deste evento, assim como a Associação Empresarial da Região do Alandroal. O nosso principal objectivo é potenciar as dinâmicas existentes de um lado e outro do rio de modo a transformar as potencialidades turísticas e de lazer do lago em oportunidades económicas e em emprego” refere o autarca.

 

Um comentário:

Anônimo disse...

Tem que começar com uma estrada de geito ou uma ponte.
Querem fazer a casa sem alicerces como é costume em tudo o que se metem.

Loading...