sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Saúde: Autarcas e ARS discutem acesso de doentes ao hospital de Elvas

Os autarcas de Alandroal, Borba, Campo Maior, Estremoz, Monforte, Vila Viçosa e Sousel e o presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo discutiram ontem com a Administração Regional de Saúde do Alentejo as limitações do acesso de doentes ao Hospital de Santa Luzia em Elvas.

Neste encontro estará também presente o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, responsável pelo despacho que determina a impossibilidade do Hospital de Santa Luzia em Elvas, poder prestar serviços a residentes fora da sua área de influência. Os Autarcas estão preocupados com esta situação, por considerarem que ela prejudica gravemente muitos utentes de saúde destas áreas geográficas, do norte do distrito de Évora e do sul do distrito de Portalegre.

Fonte:Diana FM

5 comentários:

Anônimo disse...

Isto é uma coisa sem explicação, então atendemos doentes que vêm de Espanha ou de um outro sitio qualquer e os doentes de Portugal não os podemos atender em qualquer parte do país? Isto só mesmo em Portugal...nós merecemos tudo por o que estamos a passar e muito mais. Esses políticos de m..da estão a matar Portugal, nas próximas eleições vamos todos votar neles...viva o Passos Coelho.
Que merda de país.

Anônimo disse...

Duvido que o auarca de alandroal sde tenha prteocupado, quando foi do encerramemnto das urgencias do centro de saude de alandroal nada fez.

Anônimo disse...

O aspecto mais negligente do actual executivo, tem mesmo a ver com os assuntos da saúde.....Não sabem, não querem saber e chteiam-se com quem lhes lembra... Uma vergonha

Anônimo disse...

Caro comentarista das 22:16:00 de 30/11/2012.
Não se refira ao actual executivo (2 MUDA + 2 PS + 1 CDU) de negligente relativamente aos assuntos da saúde, concretamente quanto ao encerramento das urgências do Centro de Saúde.

Averbe, no seu diário, que o movimento contra o Encerramento das Urgências no Centro de Saúde foi ORGANIZADO pelo vereador CUSTÓDIO COSTA. Os restantes componentes do executivo (2 MUDA + 2 PS)não propuseram qualquer iniciativa.
Foi a CDU quem ORGANIZOU (TOTALMENTE) a luta contra mais esta "miserável" decisão governamental.
Mais ainda: O MUDA ainda participou "envergonhadamente" o PS, contaram-se pelos dedos.
Nem os autarcas (Câmara, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia do PS) figuraram no cordão humano. Ou poucos o fizeram.
De pessoas com este perfil de que é que se pode esperar?

E quem participou no cordão humano testemunhará sempre a veracidade do meu comentário.

O eleitorado que neles votou O QUE PENSARÁ DAS SUAS ENCAPOTADAS E DISFARÇADAS ATITUDES?????????

Grande Povo, Nação doente.



Anônimo disse...

O meu comentário vai muito para lá do encerramento do SAP. Vai para o funcionamento do C de Saúde nas funções que ainda lhe estão atribuidas....Não são devidamente cumpridas...A consulta aberta é uma farsa, em que alguns profissionais não fazem um chavelho, levando as pessoas a nem procurarem os serviços. Desmotivam as pessoas, dizem-lhe que isto e aquilo não é ali que se trata, na melhor das hipoteses dão-lhe um benuron e já está. Pagou 5 eros pela suposta consulta, que em alguns casos não passou duma descompostura ao balcão. Para a próxima já lá não vai.... É melhor ir directamente á farmácia pois fica mais barato e é melhor atendido. nas Pias é uma desgraça. Tanto há médico como não há! Quando há é só a despachar! Um dos médicos que cá está agora, acha que quase tudo não é com ele. Por exemplo um atestado para a carta etc. etc. Uma médica que agora aí está, vai ás aldeias por vezes fora do horario estabelecido. Faz tudo á pressa para se ir para Badajóz- É Vulgar não cumprir o horario e é por isso que já diz que está no Paraiso!!!!
O presidente nãio sabe? Não pode fazer nada? Pode sim, pelo menos denunciar e certificar-se se os serviços estão a ser cumpridos e caso não, protestar para a ARS.

Loading...