segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Julgamento de João Nabais - Advogado de defesa prescinde das testemunhas.

O  julgamento do Ex-Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Nabais, foi ontem noticia de 1ª página no Jornal de Noticias.

A principal novidade em relação a este processo é o facto do advogado de defesa ter prescindido das 162 testemunhas da defesa. 

Segundo palavras do advogado de João Nabais, Luis Filipe Pereira, as testemunhas foram dispensadas porque "assistimos ao insólito de todas as testemunhas de acusação terem corroborado a tese da defesa. As únicas que não o fizeram ra adversários políticos do Sr. João Nabais"

Leia a noticia do JN na integra nas imagens abaixo:

10 comentários:

Anônimo disse...

e o grilo disse:
É triste, mas é verdade e não há outra forma de o dizer! Entre outras não-verdades, a CDU está mesmo a empolar a dívida da câmara em 8 milhões de euros e as provas estão aqui! Durante mais de três meses fiz questão de manter o silêncio em relação à política local para dar à nova gestão a oportunidade de um começo sem pressões. O conteúdo e o tom da "folha informativa" que foi lançada há alguns dias liberta-me desse dever e obriga-me, a mim e ao MUDA, a quebrar o silêncio. Agora, quer queiram quer não, vão começar a ouvir-me!!

Anônimo disse...

Todos muito amiguinhos da onça.

Anônimo disse...

E quando temos lá o Grilo?

Anônimo disse...

nabais paga o que deves aos advogados, que eles já querem que o julgamento seja rápido.

Anônimo disse...

Imagem arrepiante

Kálosi

Anônimo disse...

O que eu ouvi dizer é que estas testemunhas não estavam a ir ao jeito do Sr. Nabais.

Anônimo disse...

É VERDADE TUDO AMIGOS DA ONÇA GRILOS NABAIS E OUTROS QUE TAIS.

Anônimo disse...

Obrigado Grilo e Galhardas por nos terem livrado do Nabais. precisamos de mais uma ajuda. livrem-nos dos comunistas!

Anônimo disse...

E O NABAIS QUE NOS LIVRE DO GRILO.

Anônimo disse...

Por vocês se quererem ver livres deles, é que o concelho está como está, que é como quem diz, atolado em dívidas irracionais com o dinheiro dos contribuintes. Mas pelos vistos, há muito quem se vanglorie com o atoleiro deixado.

Loading...