quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Terena vai ficar idefinidamente sem escola



Candidatura do Pólo Escolar de Terena Rejeitada Por Falta de Parecer Favorável da DGEST



A obra do Pólo Escolar de Terena viu a sua candidatura aos fundos comunitários do Inalentejo rejeitada por falta de parecer favorável da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEST), há data da submissão da candidatura, em setembro de 2013. Esta entidade entendeu que o Pólo Escolar de Terena não reunia as condições necessárias para obter Parecer Favorável.


A Câmara Municipal de Alandroal desenvolveu todos os esforços para inverter esta situação, reunindo com a Direção Regional da Educação e fundamentando que a Revisão da Carta Educativa realizada pressupunha a manutenção do Pólo Escolar de Terena. Em 17 de janeiro foi finalmente emitido o parecer favorável, no entanto, o mesmo não foi aceite pelo INALENTEJO para a candidatura já realizada, em virtude do respectivo aviso prever expressamente a necessidade de parecer favorável, à data de apresentação da candidatura. Assim, o Município de Alandroal apenas terá agora que esperar pela abertura de novas candidaturas ao InAlentejo para poder candidatar a obra do Pólo Escolar de Terena. 

Recorde-se que o investimento total candidatado para realização da obra foi de 390.299€, com um financiamento comunitário de 85%. A operação candidatada contemplava o financiamento da realização da empreitada, do projeto, da fiscalização, e a aquisição de mobiliário, material didático e equipamento informático.

Fonte: Gab. Imp. Município de Alandroal

6 comentários:

Anônimo disse...

Não vai ficar parada não. A obra vai avançar sem problemas e com financiamento como estava previsto. Isto é só politiquice. Esperem para ver!

Anônimo disse...

Vê-se mesmo que este executivo não sabe às quantas anda!!!
Hoje quando cheguei à caixa do correio (que não via às uns dias, porque ninguém me escreve, a não ser os tipos das contas para pagar)dou de caras com uma coisa que tinha escrito "Folha
Informativa - Fevereiro de 2014". Pensei, aí vêm mais uns esclarecimentos daquelas mentes iluminadas.
Começo a folhear com curiosidade e vejo que era a mesma que tinha recebido no mail há uns dias atrás
como depressa se habituaram a aumentar os números foi fácil este engano.
Falam tanto em rigor, mas é na teoria, na prática, nem vê-lo é a desorientação e o desnorte total. :( :(

Anônimo disse...

A que eu recebi às uns dias atrás no mail tinha escrito "Folha Informativa - Janeiro de 2014" a que me chegou à caixa do correio tinha escrito "Folha Informativa - Fevereiro de 2014", como chegou uns dias mais tarde talvez se justifique este "engano".

Anônimo disse...

é da folha informativa que a notícia fala?

Anônimo disse...

Desculpem... comentários mesmo elucidativos! Interessa lá agora a noticia de escola das crianças de Terena... se estão a ter aulas em contentores ou em salas devidamente climatizadas... isso são coisas de somenos importância; Importante mesmo é discutir que no email chegou um boletim de Janeiro e a casa um de Fevereiro!E os vossos filhos pá? Interessam ou não?

Anônimo disse...

Pois é isso mesmo. O que interessa é que se não fosse o Muda a escola de Terena tinha fechado e os teus filhos tinham que vir todos os dias para o Alandroal. E Nabais, PS, CDU e outros que tais a assobiarem para o lado. Então, o que é que é realmente importante?

Loading...