segunda-feira, 17 de outubro de 2011

ESCOLA DE ALANDROAL, A PIOR DO DISTRITO

Mais um ano e mais uma vez a Escola Básica e Integrada Diogo Lopes de Sequeira em Alandroal volta a ser a ultima classificada no ranking dos exames nacionais do ensino básico.

Lembro-me que no ano passado também falei deste ranking aqui no Alandroalndia e já em Outubro do ano passado a Escola de Alandroal tinham arrecadado este vergonhoso titulo, a pior escola do Distrito de Évora!

Eu escrevi, outros comentaram, outros apresentaram soluções e outros arranjaram culpados, mas o que é certo é que foi tudo em vão, pois os alunos desta escola continuam a ser os mais mal preparados para os exames nacionais.

Soluções milagrosas não há, mas pode-se e deve-se trabalhar mais para alterar este estado de coisas. Há aqui muitas responsabilidades, desde a câmara, direcção da escola, professores, alunos e encarregados de educação. Todos os atrás nomeados têm a sua quota parte de responsabilidade, mas se me permitem, o maior quinhão de culpa vai direitinho para os pais dos alunos. Estes sim, que deviam de ser os principais interessados no êxito educativo dos seus filhos, são muitas vezes os primeiros a omitir as suas responsabilidades. Claro que há excepções e não posso ser injusto para quem se esforça, falo sobretudo para aqueles pais que não acompanham os estudos dos filhos em casa, raramente vão à escola informar-se da sua evolução educativa ou daqueles que só vão à escola para reclamar de supostas "injustiças" feitas aos seus filhos.

Depois deste desabafo só me resta dizer mais uma coisa, trabalhem todos e mais afincadamente, para que no ano que vem, a escola de Alandroal não venha a ser mais uma vez a ultima do ranking no Distrito de Évora.

Em baixo deixo-lhe um quadro editado pelo Expresso, onde apresenta o Ranking do Básico por concelhos e podem constatar que o Alandroal ocupa a 287ª posição em 290 concelhos, sendo o mais mal classificado do distrito.


Clique na imagem para ampliar.

47 comentários:

Anônimo disse...

Olhando para a noticia que saiu no pasado fim de semana no jornal Correio da Manhãacerca da classificação das escolas de todo o país, a escola do Alandroal ficou em último lugar no distrito de évora e deixou somente 6 escolas atrás em todo o país.
Aqui está pois um bom tema para ser debatido e analisado por todos os alandroalenses, que no fundo isto é o espelho deste concelho.Como é possível uma escola com 66 alunos do 9º ano ter uma média por ex: nos exames de matemática , de menos de metade da primeira escola do distrito
(1,52/3,19)?
Que rasões contribuirão para tal?

Não acredito que haja uma diferença tão abismal ao nível das capacidades dos alunos (são todos feitos da mesma massa), ao nivel das condições de ensino ou do nível dos professores (era preciso que todos os ruins viessem para o Alandroal).
Então que motivos?
Rasões de ordem cultural/histórica/social?
Falta de acompanhamento e conhecimento dos pais?
Falta de investimentos no ensino por parte da aurtarquia em todos estes anos?

Bom dia

Anônimo disse...

Rozinha tens toda a rasão e tocaste no cerne da questão, pais e autarquia. A maioria dos pais do concelho ainda vê a escola como um "depósito" para os filhos para ocuparem o tempo. A maioria deles só vai à escola quando não lhe agrada qualquer coisa ou para fazer umas criticas aos professores.
Por outro lado a autarquia limita-se a oferecer livros e dar bolsas de estudo independentemente das possibilidades de cada familia, o que no fundo serve somente para agradar aos pais dos alunos de forma a mais tarde "sacarem-lhe" os votos.
E o futuro deste concelho passa precisamente pela educação e formação dos jovens, e enquanto aparecermos em último lugar, a realidade deste concelho vai continuar a ser igual ou pior.
Se calhar era necessário sensibilizar e/ou mesmo formar os pais dos alunos de modo a que esta tendência seja invertida

Anônimo disse...

Há uns dias atrás quando critiquei este director da escola e disse que não é a pessoa indicada para este lugar, houve quem viesse defende-lo, isto é a prova de que tinha razão, se este país quer andar em frente tem que começar a dar exemplos de cima e este director deve ser responsabilizado pelo que de mau tem feito na nossa escola!

Anônimo disse...

Ao comentador de 17/10/2011 14:34:00

O seu comentário e outro identicos são o reflexo dos resultados dos exames nacionais. Também sou pai, mas não sou cego, e os meus filhos um dos quais acabou o nono ano no ano letivo passodo na escola do Alandroal, teve 5 a matemática e 4 a Português, e os professores, funcionários, diretor e presidente da câmara são os mesmos dos vossos filhos. Pergunto eu? Onde estará o mal? Pois continuem a enfiar a cabeça na areia e a mandar a culpa para cima dos outros, que nunca mais saimos da cêpa torta. Venham novos professores, diretores ou presidentes da cãmara.
R.R.

Anônimo disse...

Boa tarde

O mais fácil é culpar o professor, o director ou a escola! Não estou a defender o director, até porque acho que não tem perfil para o cargo, mas neste caso não tem culpa!
Voltando ao assunto, os principais responsáveis pelos resultados dos alunos são os pais, porque enquanto pensarem que a escola é um depósito de alunos e que os professores é que devem educar os seus filhos, os resultados não melhoram. A Escola e os professores são apenas um complemento da educação que deve ser dada em casa. Não deve ser o professor a telefonar para os pais para informar da situação do filho mas sim os pais a ligar a perguntar como estão a correr as aulas e o comportamento do filho. Têm de haver mais envolvimento dos encarregados de educação nas aprendizagens dos alunos. Entre outras coisas…
Hoje em dia os pais e os alunos sabem todos os direitos dos alunos e todos os deveres dos professores e das Escolas, mas não se lembram dos deveres dos alunos e dos direitos dos professores e das Escolas. E com esta me fico.


Cumprimentos,

Martin

Anônimo disse...

Como é que uma cambada de mal educados sem instrução e cultura podem dar educação aos filhos, continuam a mandar arrotos ao pé das crianças, comem de boca aberta, cospem no chão e os seus cridos meninos seguem esses bons exemplos e outros bem mais graves que não vale a pena enumerar.

Quem tem que educar os filhos e dar-lhes disciplina, são os pais, os professores e a escola é evidente que tem que ajudar nessa formação, mas como é que o podem fazer se um professor não pode dar uma orelhada a um menino, pois se o fizer possivelmente terá uma sanção disciplinar e ainda se arrisca a levar umas bofetadas dos pais do dito.

Quando se apanhavam umas boas reguadas e os professores tinham autoridade que era completamente consentida por 100% dos pais, os alunos aprendiam e não chumbavam anos atrás de anos, tinham disciplina na escola e em casa e quando necessário eram castigados quer num lado quer noutro.

A culpa de tudo isto é desta sociedade demasiado protectora das crianças e a total falta de educação que a maioria dos gaiatos tem em casa, onde tem de tudo e podem fazer tudo.

Se o insucesso escolar é alto no Alandroal a culpa de certo não será da escola nem dos professores, mas essa culpa será de alguém, eu por mim tenho a certeza de quem são os responsáveis, cada um que julgue por si…

Anônimo disse...

a questão do sucesso dos alunos tem a ver unica e exclusivamente com uma coisa, no meu ponto de vista, com a necessidade da escola, com o sentir que ela é preciso para o futuro, que ela seja sentida como fonte de segurança, emprego e estabilidade. mas a escola tem servido para deixar os filhos, para que alguém se ocupe deles enquanto nós, pais, andamos entretidos com outras coisas, tanto pessoais como profissionais. a escola tem servido assim como uma espécie de colónias de férias onde os alunos gostam de estar mas não gostam de trabalhar e onde os pais gostam que eles estejam porque alguém toma conta deles, outros que não eles.
quando a escola não é vista como uma necessidade, como algo que faz falta mas apenas como um sitio onde é obrigatório ir e ser cuidado então temos a inversão do processo. a escola deixa de ser um local de aprendizagem onde os alunos vão para num futuro ser alguém. não importa o quê. alguém com saber.
assim há alunos com sucesso e alunos sem sucesso. com sucesso todos aqueles que encontram na escola a sua formação, sem sucesso todos aqueles que lá estão para passar o tempo enquanto os pais estão a fazer outra coisa.
com sucesso todos aqueles que trabalham, se esforçam pelos resultados e dão contas aos pais dos mesmos. sem sucesso todos aqueles que não estão para se maçar e a quem os pais não pedem mais do que aquilo que eles levam.

pelos resultados infelizmente na nossa escola há mais de uns que dos outros e inverter a situação está nas mãos dos educadores que somos todos nós e não apenas alguns.

Anônimo disse...

Abordam-se várias questões para tentar identificar o problema, que não deixam de ser pertinentes, mas esquecem a principal de todas elas - a humanização. Uma escola pode até ser considerada modelo pela apresentação das suas instalações e bons equipamentos, mas esses factores só por si não farão dela uma escola modelo. O problema há muito que está detectado; identificam-se os males, mas não se é preventivo, pelo contrário, deixamos alastrar a doença. Quanto mais tempo duram estas situações, mais difícil será a sua solução!

Anônimo disse...

Qual humanização nem qual carapuça, é com essas humanizações e afins que o ensino chegou onde chegou!!

Anônimo disse...

Se o problema é os profs poderem bater nos miúdos, então porrada! Mas, nas outras escolas onde se tiram melhores medias, alguém bate?
Digam o que disserem, até pode haver culpa de alguns encarregados de educação, mas esta escola está fechada para o exterior, não existe dialogo entre a escola e o exterior, só se pode fazer e pensar como o sr director exige!!

Anônimo disse...

ESCOLA HUMANIZADA

Como escrever sobre Escola Humanizada se são seres humanos todos os que frequentam a Escola? Não seria uma afirmação um tanto descabida humanizar o que já é humano? Creio que não. Estamos numa época de desumanização do ser humano. A era da competitividade, a era de levar vantagem em tudo, inclusive dentro da Escola.

Vamos começar pela Escola-prédio, um lugar frio, um lugar que se repete desde sempre. Paredes frias, carteiras, cadeiras, quadro ora negro, ora verde, ora branco ou mais moderno, mas um quadro na parede que se pinta a cada dia com a informação vencida, com a didática da cópia e da repetição. Um quadro que se apaga a cada hora e a cada hora se escreve para a cópia do pensamento fragmentado e desarticulado.

Depois, vem a Escola-diretor-coordenador, sujeitos distantes da finalidade da Escola - locus de aprender a aprender, aprender a ser, entre tantos outros aprenderes - que está sempre disciplinando, planeando e não comunicando, guardando nas gavetas planeamentos que nunca virão a ser. Respondem às exigências dos órgãos reguladores, só.

A Escola-professor é regida pelo medo da violência, do palavrão, pela violência da falta de limites vinda do próprio berço. O professor que pula de escola em escola até que o ordenado dê para pagar as contas ao fim do mês e, cansado, ele abdica do planeamento, do acompanhamento de cada aluno porque isso é coisa que ele não pode fazer - são tantos os alunos, como conhecê-los? Pobre professor!

A Escola-aluno, é mesmo uma escola a ser construída. Perdemos a referência do que vem a ser esse espaço. O aluno está sempre louco para que cheguem as férias e os feriados, que a aula termine o mais rápido possível. Que lugar é esse que afasta o bem querer de quem mais o deveria querer? Que espaço frio e desumanizado é esse? Onde está o ser humano na escola? Que lugar frio... Que lugar fértil para ser replantado...

Humanizar a Escola é começar a tratar como humanos aqueles que a fazem, sim. A Escola é espaço de construção. Recriar o espaço físico com outra arquitetura, humanizar a gestão humanizando o gestor, humanizar o professor e assim, encantar o estudante, esse eterno aprendiz. Aprendizes, também, os gestores e os professores. A Humanização da Escola transformará a Escola num espaço de ensinos e de aprendizagens. Então, todos os itens serão apenas para medir o real e nunca o ensaio para a falsificação do resultado final.

Escola humanizada é lugar de gente cultivando gente, transformando espaços, formando o agora e o sempre no viver e não ter a vergonha de ser feliz!

Vilma Maria Dardengo

Anônimo disse...

Não gostas do director ne? Porque ele te obriga a trabalhar.

O problema não tem nada a ver com isso.............o grande problema, que já toda a gente viu, tem a ver com o acompanhamento ou não dos pais dos filhos durante a sua formação escolar!
Infelizmente, a maioria dos pais quer é copos e petiscos

Anônimo disse...

Meus amigos... O problema da educação, passa por uma desorientação total do poder central em relação à educação. Os problemas à muito estão detetados, no entanto a escola de hoje serve para os pais depositarem os seus filhos, há crianças que comem em 5 minutos, mal sairam já os estão a entregar à guarda da escola, esses que acusam de ser uma escola fechada, são aqueles que se a escola funcionasse 12 horas, lá deixariam os seus filhos. Acabe-se com AEC's, com aulas de substituição e vão ver as crianças a sorrir novamente. Tenham coragem de assumir os vossos erros e ensinem os vossos filhos a respeitarem os outros e cumprirem regras.
Cá estaremos para ver o que por ai virá...
R.R.

Anônimo disse...

AEC e aulas de substituição já todos sabemos que não resulta, até porque em relação às AEC eu pessoalmente não acredito, nem nos seus fins e muito menos nos docentes que fazem parte deste projecto, até porque alguns nem formação nem habilitações têm, no que diz respeito às aulas de substituição os profs que as dão não devem ter o mínimo de vontade e além disso os miúdos precisam sair do espaço, sala de aulas, são muitas horas passadas dentro de um espaço, que passados poucos dias do começo das aulas já devem quase odiar.
O importante neste problema que é um problema de todos, é tentar mudar as mentalidades , e isso provavelmente deve começar no ministério, talvez um método mais apelativo, onde se consiga um maior envolvimento da parte dos alunos, algo que os consiga motivar para a escola.
Depois da parte da escola deve haver abertura para que se consiga envolver os encarregados de educação, o que não acontece, há uma parede entre estas duas importantíssimas partes, sabemos que há alguns encarregados de educação que não se preocupam muito com os filhos relativamente a esta matéria, talvez nesse aspecto a comissão de pais tenha uma palavra a dizer e consiga uma forma de os trazer para uma nova realidade.
Por ultimo e de certa forma relacionado com as AEC e aulas de substituição, são o numero exagerado de horas que os alunos passam dentro da escola, quanto mais tempo pior, mais se fartam daquele espaço, por exemplo, se conseguirem vejam a nível europeu esta diferença!!!

Anônimo disse...

Mas que parede se refere? Toda a gente sabe que quando um Director de turma convoca os encarregados de educação (atenção CONVOCA, não são os pais que vão à escola por iniciativa deles)para uma reunião, repare quantos aparecem à reunião!
Numa turma de 25 alunos se aparecerem 10 já muito bom.Depois vêm para aqui falar em paredes e mais não sei o quê... assumam de uma vez por todas que os grandes responsáveis pela educação (má) dos alunos deste país, são os pais.

upa disse...

Ao comentador 18/10/2011 10:27:00

Tens alguma razão.
Normalmente os pais que faltam são os pais dos alunos que mais mal se portam.
Mas atribuir toda a culpa aos pais não me parece muito justo, também existem maus professores.
Muitos comentadores, que devem ser professores, dizem que a culpa é dos pais, do director, do presidente da Câmara, da escola, do governo, será que os professores não tem culpa de nada?

Anônimo disse...

quando num mesmo espaço confluem cerca de 1000 pessoas, é preciso um esforço desdobrado para que todos convivam em paz e sossego, dando a cada um o que lhe é devido, implicando uma tarefa gigantesca de gestão e organização.
a escola não é um conjunto de edificos, num so local ou em varios locais, com recursos humanos e materiais, onde todos entram e saem no cumprimento de um horário.
a escola faz-se diariamente por todos aqueles que nela trabalham e todos aqueles que, de uma forma ou outra, a ela estão ligado.sem nenhuma excepção. quando alguém, de um qualquer lado falha essa falha é de imediato, por todos notada e somente as falhas são notadas. os sucessos diários não são notados, o que de bom existe não é notado.
mas a escola também se faz de pequenos e grandes, enormes, sucessos. temos é de conhecer o ponto de partida. de onde começamos e onde acabamos.
porque num espaço onde se conjugam interesses variados alguém há-de falahar e alguém há-de "brilhar".
mas a escola é sobretudo um lugar onde se ensina e um lugar onde se aprende.
o que acontece muitas vezes é o que se ensina não quer ser aprendido e o que se quer aprender não é ensinado. mas a escola tem programas, tem metas, tem aferições, tem exames, tem curriculum ...
na escola todos os dias têm de ser tomadas decisões rápidas que correspondam aos interesses globais porque o que é para um é para todos, sem excepção, mas que esbarram com os interesses individuais. quando "o meu é melhor que o teu " se sobrepõe ao interesse de todos, dificilmente se encontram concensos e soluções ideais.
a escola é um lugar de ligações mas onde basta um pequeno desequilibrio para que as mesmas se quebrem.
a escola é um lugar onde se estabelecem regras, normas, se gerem comportamentos, se desafia a autoridade, se estabelecem uniões, se criam amizades, se estabelecem laços, se dão explosões de alegria, de tristeza, de angustia, de paciência e de vontades e de motivações. UM LUGAR ONDE SE CRIAM SONHOS E SE GANHAM ESPERANÇAS.
a escola é assim um espaço humano e humanizado.

Anônimo disse...

as escolas não tem culpa, a culpa são das pessoas, ainda não viram isso...

Anônimo disse...

Disse e repito o mesmo, se os pais não vão às reuniões, se os pais não vão perguntar ao director de turma como vai o seu filho(a), claro que a culpa é desse encarregado de educação, mas se não se fizer nada da parte da escola para alterar essa situação, também a escola se deve sentir culpada, é que ser director da escola, director de turma não é só receber o ordenado, tem também outro tipo de obrigações.
Já agora quero também realçar uma situação que falei num comentário anterior, quando disse que as AEC não funcionam e que alguns dos profs que as compõem não têm formação e alguns nem habilitações mínimas, quero mostrar aqui o meu desagrado para com a entidade que os contrata, neste caso a câmara municipal, se os alunos já estão saturados das aulas quando chega a hora dessas actividades, mais saturados devem ficar se essas actividades não tiverem o carácter que se lhes deve ser empregue.

Anônimo disse...

Professores das AECs sem qualificação, a câmara contrata pessoas sem qualificação, onde vai chegar este concelho?

Anônimo disse...

Estes alunos são os filhos de pais que não vão à escola, que não vão ao Forum ver uma exposição,um cinema, um congresso ou mesmo um espectáculo, que não vão a ver um jogo de futebol, que não leêm um livro ou um jornal, que não acompanham os filhos nos trabalhos de casa, que não...., que não.... São sim alunos filhos de pais que todos os dias vão para os copos, onde depois a conversa é dizerem mal de tudo e todos, pais que em vez de apostarem na formação dos filhos, preferem comprar carros novos, mesmo que para isso se alimentem e vistam mal, são pais que bebem e fumam com os filhos menores, são pais que..., são pais que...São estas as referências de muitos alunos e este aproveitamento é o reflexo disso mesmo

Anônimo disse...

Como é possível um comentário destes, então assim devem ser todos bêbados cá pelo Alandroal, se a escola tem uma classificação tão má é porque a grande maioria dos alunos tem notas péssimas, não concordo em parte com este comentário, aceito que alguns pais se esqueçam dos filhos e depois as consequências são as que se conhecem, mas há também outros alunos que têm más notas por culpa da "escola"

Anônimo disse...

Caro amigo/a leu mal o comentário anterior ao seu, felizmente há pais que se preocupam com os filhos, com o seu aproveitamento e essencialmente com o seu comportamento e educação, mas é uma minoria. Toda a gente vê isto. Só não vê quem não quer.
Fala em más notas por causa da escola!
Refere-se a quê????
Explique melhor
O melhor exemplo de que a escola dá boas condições para que os alunos tenham bom aproveitamento, são os alunos que tiram 4 e 5 a tudo! Caso contrário nunca tirariam

Anônimo disse...

Isto está bonito, pais que bebem demais, o director não é a pessoa indicada, professores sem habilitações contratados pelo executivo camarário, onde vai chegar isto.

Anônimo disse...

Do que sei nada aprendi
Por ninguém fui ensinado,
Desde a hora em que nasci
Tinha o destino marcado.


I

Depois de muito estudar
Já me estava a convencer,
Que tinha algum saber
E quis-me avaliar.
Pus-me então a pensar…
Porém, depois reflecti!
Depressa me convenci
Que só sei, que nada sei…
Quase como comecei:
Do que sei nada aprendi.

II

Nada aprendi no Liceu,
Ainda nunca lá entrei.
A escola onde me formei
Foi a que a rua me deu.
Destino que foi o meu…
Pobre e sem ser ajudado,
Mas feliz por ter tomado
Uma opção sensata!
Tornei-me um autodidacta,
Por ninguém fui ensinado


III

Trocar minha ignorância
Pelo saber, eu suponho,
Que foi bem mais que um sonho
Do tempo da minha infância.
Dei sempre grande importância
Ao saber, e adquiri,
Quanto pude e descobri
Que a ignorância descia,
Enquanto meu saber subia
Desde a hora em que nasci.

IV

Ignorância é escuridão
O saber é claridade!
Saber é a luz que há-de
Pôr o fim na escravidão.
Faz falta como o pão
Ao povo ser educado.
Não me sinto realizado
E irei continuar querer,
Aprender até morrer…
Tinha o destino marcado!


Autor: Aprendiz de Feiticeiro

Anônimo disse...

ao aprendiz de feiticeiro direi apenas que a sabedoria popular acerta sempre. magistralmente dito.

Anônimo disse...

Regra Geral, quando as equipas começam a obter maus resultados, O treinador é substituido.
Ele é o maior denominador comum para todas as situações, quer as boas quer as más.
Se for preciso algum desenho chamem o Picasso que eu não dou mais para esse peditorio!

Anônimo disse...

Andas atrasado pá, o mau treinador foi substituído, e bem, em 11 de Outubro de 2009. Podes parar com o peditório que o tempo não volta para trás.

Anônimo disse...

Foi substituído, bem substituído e sem qualquer hipótese de voltar a treinar, além de não ser possível, por vários motivos, a lesão é grave demais, não pode!!!

Anônimo disse...

Substituido por quem?
Pelo apanha bolas?

De 11 de Outubro de 2009 para 22 de Outubro de 2011, já estás com demasiados jogos perdidos, para não dizer que são prácticamente todos!

Será que também tás feito com a liga de clubes ou és daqueles que trata directamente com a Federação?

Anônimo disse...

Sabem o que vos digo? Os desgraçados dos professores, hoje em dia têm que educar os alunos e os seus pais (isto quando eles se deixam educar)... Muitos dos pais acham que a escola é que tem que educar os seus filhos, demitindo-se desse papel! Mas, quando os professores tentam passar determinados valores às crianças, o que é que acontece?! Vem o papá ou mamã dizer que quem manda nos filhos são eles...
Por isso, acho que a escola deveria começar a ensinar e não a educar! Enquanto os pais não se mentalizarem que têm que se preocupar, dar atenção e educar os seus filhos, eles continuarão a ter maus resultados.
E, não querendo despristigiar o Alandroal, partilho da opinião de que muitas famílias andam à deriva: uns porque têm que se preocupar mais com dar de comer aos filhos do que ´fazê-los estudar; outros porque passam mais tempo na taberna do que em casa; alguns porque trabalham tanto que não têm tempo; muitos porque preferem falar mal dos outros e difamá-los, a auto-criticarem-se...
Enfim... O Alandroal não precisa de um novo director (que até é bom gestor), nem de um novo presidente, nem de novas políticas... precisa de novas mentalidades!

Anônimo disse...

Excelente comentário.

Assino por baixo.

Uma mãe preocupada

Anônimo disse...

Sem novas pessoas, não é possivel aparecerem novas mentalidades. É por isso que os ultimos anos têm sido anos de insucesso.
Se o director acha que está tudo bem não acham que está na altura de procurarem um melhor?

Jorge Jesus, disse à poucos dias que se os politicos fossem treinadores, já não treinavam à muito tempo.
Pensem nisso um pouco!

Anônimo disse...

Mas quem é que lhe disse que o diretor acha que está tudo bem? É porque não fala com ele nem sabe o que se passa nas reuniões em que ele está presente. Quando a equipa perde a culpa é sempre do treinador? E quando a equipa não quer trabalhar? E quando a bola é quadrada? E quando o roupeiro, troca as chuteiras?
Tanta ignorancia junta meu Deus, nem com o Mourinho lá vão.

R.R.

Anônimo disse...

“O Alandroal não precisa de um novo director (que até é bom gestor), nem de um novo presidente, nem de novas políticas... precisa de novas mentalidades!
22/10/2011 11:33:00”

Aqui é que discordamos numa pequena grande coisa,precisamos urgentemente de um novo Presidente porque quando um a Autarquia endividada se dá ao luxo de comprar uma maquina de cinema 3D por quase 80.000.00 €, para não ser utilizada,pois nem dinheiro para o aluguer dos filmes temos,e quando se fazem investimento destes para termos uma ou duas dúzias de pessoas a assistir enquanto grandes vilas e cidades não o fazem,pois estamos todos em crise,é mais que evidente que precisamos urgentemente de alguém responsável,porque este não tem capacidade nem responsabilidade nenhuma.
Depois não há dinheiro para problemas sérios e essenciais da população como por exemplo o do ginásio.
Os miúdos ficam sem ginástica mas em compensação nas horas da dita vão ver uns filmes em 3 dimensões.

Alandroal no seu melhor…

Carla Sousa

Anônimo disse...

Está para além do obvio que ou é ele ou o seu porta-voz, que se calhar é você!
Já agora diga-me de que forma acha que pode afirmar que eu não falo com ele ou não sei o que se passa nas reuniões em que ele está presente?

E sim, quando a equipa perde é sempre culpa do treinador, nunca ouviu o Mourinho dizer isso?

Agora vá, vá la ver com atenção o que escreveu e tenha um bom fim-de-semana.
Amanhã é segunda-feira e tem de ver se começa a trabalhar melhor, começando por entender o que lhe dizem.

W.W.

Anônimo disse...

Há semelhança de um professor pelos seus alunos, não é o director responsavel por todos eles?
Ao longo destes anos o que foi feito para melhorar os resultados colectivos desta escola?

Em que se traduziu?

Ah e tal os pais, Ah e tal não os educam Ah e tal o caraças.

Se não tem formas de resolver o problema, demita-se e dê o lugar a quem ao menos possa fazer algo de diferente.

Comigo este director estava fora, fazia tempo!

Iludam-se com os falsos pressupostos, para o ano vai ser igual ou pior ainda e cá estaremos para as mesmas conversas de fantochada!

Anônimo disse...

Pois é W. W. tal como o Mourinho não o escolheria para a sua equipa, secalhar vc era um/a daqueles(as) que o diretor nao escolheria para a sua equipa, mas já agora fique sabendo, que não é ele que escolhe, mas sim a CMA e o MEC.

Fique bem, que eu sei bem o que escrevi. Saberá vc?

R.R.

Anônimo disse...

Ha pois vai ser a mesma fantochada, começa é a trabalhar e vais ver que os resultados melhoram.
Há quem tenha descido 500 posições no ranking, e até tem responsabilidades no concelho do Alandroal é presidente da assembleia...

Enfim... Vozes de Burro não chegam ao Céu...

Fiquem bem que eu vou-me rindo de tanta ignorância e maldicência, ai ficam em 1º lugar no pais...

Abraço para ti Rosinha

PS: Não sou Branco nem Preto, sou Vermelho.

V.C.

Anônimo disse...

Resumo o seu discurso ao seguinte:

"secalhar"
"saberá"
"se ..."

Em si predominam as incertezas, o que até está bastante adequado, face às circunstâncias.

Ao mesmo tempo fico satisfeito por saber que o Mourinho não me escolheria, dessa forma confirma-se que ele não é miope... A menos que ele também seja treinador de voleibol!

Também certamente que ninguém me escolheria para a sua area pois ela não é a minha. Da minha não há resultados passiveis de serem criticados e muito menos tão desastrosos quanto os seus!

Já agora, obrigado por me informar qual o Dr. que o escolhe si. O que "se...ria" de mim, sem si.

PS: Não se perca em palavras e frases de retórica.
Mostre resultados!
Quando os mostrar certamente que deixará de existir lugar para estes comentários.

Desejo-lhe um bom ano de trabalho produtivo.

Até lá!
Y.Y

Anônimo disse...

acho que por aqui o que há é mais ou menos isto: muita confusão.
em educação as coisas não são tão fáceis assim bastando atribuir culpas pessoais.
era so o que faltava era ser- se culpada por aquilo que os outros não fazem. e o problema do alandroal é que os alunos NAO ESTUDAM. não estudam mesmo. então façam-nos estudar dirão vocés. para isso estao la os professores, o diretor e ate a sr presidente da camara. tudo bem.
mas primeiro, antes deles, estao os pais e a familia. e sem a familia caros srs e sras não há estratégia que salve os bons lugares nos rankings.
vejam as análises em relação aos rankings: quem são as escolas, onde estão situadas, quanto pagam os pais em explicadores, quanto pagam os pais nas AECS ... e por aí fora. não sei se viram a entrevista com o aluno que teve a média mais alta do país - a mae mostrou que investia tanto como ele na sua preparação. não é deixar para os outros aquilo que queremos. o que queremos temos de o procurar. tem de haver investimento e o primeiro investimento é familiar logo a começar no berço.

Anônimo disse...

Os profs da escola são profs iguais aos de outra qualquer escola, o director não tem decisão nisso, felizmente! A câmara só tem responsabilidade nas AEC e aí falha em grande, pois tem contratados profs sem aptidão e sem habilitações mínimas (curso superior) para este tipo de actividades, como é o caso da expressão musical. O problema do insucesso deve-se talvez a um distanciamento entre escola e encarregados de educação, principalmente os pais de alunos com maiores dificuldades, devendo nesse aspecto haver uma nova atitude da escola, responsabilizando, motivando e fazer com que esses encarregados de educação se envolvam de uma forma mais eficaz na vida escolar dos seus filhos, se se conseguir este grande passo, será sem duvida uma grande vitória para a escola e provavelmente esses alunos vão deixar de ficar na lista negra do insucesso escolar.

Anônimo disse...

Têm-se feito uns comentários acerca das AEC, relativamente aos profs que não têm aptidão nem habilitações para estarem a leccionar este tipo de actividades, designadamente na área da expressão musical e muito estranhamente não vejo ninguém a criticar uma situação que é simplesmente preocupante, criticam professores, director, e com uma fraude destas ninguém se preocupa, eu felizmente já não tenho filhos no 1º ciclo, mas para quem tem acho estranho aceitarem uma situação destas.

Anônimo disse...

Houve coisas bem mais estranhas no concelho do Alandroal no reinado nabalista e estavam todos caladinhos que nem ratos. Porque seria?

Anônimo disse...

Mas quem está a falar em nabais, grilos ou politica, por acaso até é a câmara que contrata estes professores, mas aqui trata-se da escola e das suas capacidades, como se pode oferecer este tipo de actividades aos alunos se não têm professores à altura, era preferível mandarem os miúdos para os tempos livres como acontecia há algum tempo atrás. Para este tipo de actividades os professores têm que ter curso superior e não é o caso.

Anônimo disse...

Mas quem está a falar em política, grilo ou nabais? Pela boca morre o peixe...

Anônimo disse...

O peixe está a morrer porque ninguém se importa de facto com o que de mal se vai passando no concelho, desta vez é a escola com todas as consequências para o futuro, não só para os alunos como para o desenvolvimento do concelho.
As pessoas andam com guerrilhas nabais/grilo e com o que de facto importa ninguém se preocupa.
Andamos a brincar à escola com professores sem competências e sem habilitações e os encarregados de educação fazem de conta que não percebem e ninguém pede explicações a ninguém, é assim que este concelho vai mudar e subir o seu nível, enfim!!