quarta-feira, 13 de novembro de 2013

ALANDROAL - DELIBERAÇÕES DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Realizou-se ontem à noite a 1ª Assembleia Municipal de Alandroal do presente mandato e tal como já antes tinha prometido, vou dar a conhecer o que deliberou a mesma.

Mas antes é importante referir, que esta 1ª Assembleia foi presidida por Maria do Céu Rosa, por falta justificada do atual Presidente José Marat Mendes. Pelo PS também houve a falta justificada de Flávio Roques, sendo substituído por António Balsante.

Por ser extraordinária, esta reunião não teve o "entusiasmo" de outras sessões, pois teve de se cingir única e exclusivamente aos pontos em apreciação, não havendo por isso lugar ao período "livre" antes da Ordem do Dia, nem período de intervenção dos cidadãos.

Ordem do dia:

1. Eleição dos representantes da Assembleia Municipal para a Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central para os próximos quatro anos.

No ponto 1 foi presente uma única lista a votação e proposta pela CDU ( Lista A - Maria do Céu Rosa e José Rasteiro).

Por voto secreto a lista A foi aprovada por maioria com 9 votos a favor e 6 brancos. Aqui os Presidentes de junta não tinham direito de voto.

2. Eleição do Presidente de Junta para integrar a Assembleia Distrital nos próximos quatro anos.
No ponto 2 foi presente uma única lista a votação e proposta pela CDU ( Lista A - Ana Coelho, Presidente da União de Freguesias de Alandroal).
Por voto secreto a lista A foi aprovada por maioria com 13 votos a favor e 6 brancos.
3. Eleição do representante na Assembleia Municipal do Presidente de Junta no Congresso da Associação Nacional de Município Portugueses.
No ponto 3 foi presente uma única lista a votação e proposta pela CDU ( Lista A - Ana Coelho, Presidente da União de Freguesias de Alandroal).
Por voto secreto a lista A foi aprovada por maioria com 13 votos a favor e 6 brancos.

4. Aprovação das taxas de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o ano 2014.
O ponto 4 foi aprovado por maioria de 16 votos a favor e 3 contra. A favor 12 CDU, 3 PS e 1 PSD, contra 3 DITA.
Neste ponto a bancada do PS justificou o seu voto na defesa das taxas intermédias, porque é o que vinha defendendo já em anos anteriores, porque entende as dificuldades financeiras em que o Município se encontra, mas também não defende a taxa máxima, porque face à atual conjuntura as famílias também não podem ser mais sobrecarregadas.

Neste ponto o DITA votou contra e apresentou declaração de voto.

5.Aprovação do lançamento de DERRAMA para o ano 2014.
O ponto 5 foi aprovado por maioria de 13 votos a favor (12 CDU e 1 PSD),  3 contra (DITA) e 3 abstenções (PS). 
Por ultimo importa referir que só darei aqui conta das minhas intervenções, pois só por essas me posso responsabilizar. No entanto se algum deputado, de qualquer força politica ali representada queira aqui dar conta das suas intervenções é só fazê-las chegar a mim de qualquer forma e essas mesmas intervenções serão aditadas a esta postagem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Tendo em conta que fui assistir a Assembleia tenho lhe a dizer que está errado no que refere ao ponto 1, pois não é a Ana Coelho, mas sim : José Rasteiro bem como disse também a maria do Céu e Liliana Pato como suplente .... no ponto 3 falta referir que o Paulo Presidente da Junta de Capelins é o suplente da Ana coelho....

apenas um reparo

Anônimo disse...

Grande Açorda, o Psd e a Cdu a votar da mesma forma.... Hehehe

Anônimo disse...

Olha a novidade da açorda! Então não e o que se tem visto ultimamente? O Muda (PSD?) deu as eleiçoes à CDU (segundo parece foi um presente envenenado mas pronto) e o PSD deu a Junta de Alandroal/Mina/Juromenha à CDU! Amizade a quanto obriga!

Anônimo disse...

e que tal um comprimido para a azia......

Anônimo disse...

poderiam era mostrar aqui agora o tamanho do buraco que o MUDA tambem fez na autarquia pelo que eu sei aumentou em mais 6 milhoes a divida da autarquia. ja que informaram a divida da autarquia quando o Sr. joão nabais saiu da mesma entao e agora o Sr Grilo e o Sr Galhardas nao teem culpa da divida estar maior?

Anônimo disse...

Parece que vocês estão mais preocupados com aquilo que se passa entre Partidos políticos e Movimentos, do que se passa com o nosso Concelho. Existem problemas graves aliás gravíssimos, mas parece que só as querelas politicas vos interessam, não vamos falar de dívidas, de desvios etc. Porque disso estamos fartos de ouvir, mas de uma política de interesse Concelhio para resolver os graves problemas deixados por este Executivo, ou aliás pelo Muda. Todos que estão dentro do Edifício da Câmara já se aperceberam da terrível crise financeira desta Câmara, é tempo de arregaçar as mangas e todos contribuírem para sair dela.

Anônimo disse...

concordo com este ultimo comentário ate porque ate a data e menos de 1 mês deste novo executivo CDU, está a fazer um bom trabalho e prova disso é a presidente não meter ninguém de parte e eu fui um dos casos, gostei da atitude da presidente, isto sim é para continuar parabéns Presidente Mariana Chilra

Anônimo disse...

Já me tinha apercebido que muitos trabalhadores tinham dúvidas em relação ao seu futuro, alguns arrumados a um canto há vários meses, mas esta Presidente quer ver os trabalhadores nos seus postos de trabalho e a fazerem aquilo que sabem. Agora podem acreditar na mudança, a anterior é apenas para esquecer, todos sabem o sacrifício que a Câmara está a fazer para defender os vossos salários, porque? Era presumível que o aconselhamento do voto na CDU era mais um presente envenenado, mas temos uma Presidente que vai dar a volta por cima, porque confia na equipe de trabalhadores que trabalham no Município.

Loading...