segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Alandroal: Executivo Municipal Com Pelouros Atribuídos

A distribuição dos pelouros do novo executivo do Município de Alandroal foi o principal ponto em discussão na última reunião de Câmara, que se realizou no passado dia 6 de Novembro, no auditório do edifício sede do Município.  

Assim, a Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, Mariana Chilra, vai ter a seu cargo os pelouros, Coordenação da Actividade Municipal, Cooperação com as Juntas de Freguesia, Relações Interinstitucionais, Gestão Administrativa, Económica, Financeira e Patrimonial, Recursos Humanos, Desenvolvimento Económico e Turístico, Educação e Saúde, Património e Cultura, Acção Social e Transportes Escolares e Municipais. 

Já o vice-presidente da autarquia, Daniel Padilha, fica responsável pelos pelouros Desporto e Juventude, Formação Profissional, Protecção Civil, Defesa do Consumidor, Feiras e Mercados, Serviços Veterinários, Iluminação Pública e Electrificações e Sinalização e Trânsito. 

Por seu lado, o vereador Inácio Germano passa a ser responsável pelos pelouros -Ordenamento do Território e Urbanismo, Arruamentos e Rede Viária, Saneamento Básico, Habitação, Limpeza Pública, Recolha e Tratamento de Resíduos Sólidos e urbanos, Jardins e Espaços verdes e Cemitérios.
Recorde-se que o executivo municipal já tinha definido como dia de atendimento semanal dos 
munícipes as quintas-feiras, a partir das 10:30 horas, no edifico sede do município. 

Fonte: Gab. Imp. Município de Alandroal

5 comentários:

Anônimo disse...

Caro gestor do blogue publique se entender. Trabalho na câmara há mais de 25 anos e não me lembro de receber dia 15 de cada mês. Fui informada que a partir deste mês vamos começar a receber a dia 15. E sabe porquê? Porque as penhoras são tantas que há o perigo de passado uma semana já não haver dinheiro para os vencimentos dos funcionários.
Foi nesta miséria que o anterior executivo deixou a câmara.
Pagou uns milhares a amigalhaços e deixou as contas da autarquia a "zeros"

Anônimo disse...

Deixem-se andar a criticar os outros e não começem a trabalhar, não. É a mesma conversa com que Grilo apareceu há 4 anos. Mas depois lá se orientou, parou com as choradeiras e começou a mostrar trabalho. Agora estes... Então mas a CDU não estava lá com eles? O actual vice-presidente não fazia parte do executivo? E só agora é que está a ver que estava tudo mal? Cheira-me tudo a vitimização e manobras de quem não sabe bem o que fazer, é o que é. Meu pobre Alandroal que vais de mal a pior e sempre a caminho dum buraco cada vez mais fundo!

Manuel Sucia disse...

O meu amigo Rosinha ao ler estes comentarios, reparei que voltaram as guerras referentes a essa câmara.acho que as pessoas deviam preocupar-se mais com outras coisas do que andarem em guerra uns com os outros.

Varandas disse...

Ao meu amigo Sucia, estas pequenas guerras não matam ninguém e muitas vezes são úteis para as pessoas saberem o que se está passar no burgo deles.

Abraço, Rosinha.

Anônimo disse...

Acham que o calado vence tudo, mas não é bem assim, nem se deve andar com lamúrias, mas há uma razão para os funcionários receberem dia 15, já foi dito não é preciso estar e repetir. É verdade que o atual Vice Presidente era membro do executivo, mas desde quando é que ele tinha acesso ao que se passava na gestão Muda? Quem o informou dos milhares de euros pagos depois das eleições ao seu clientelismo politico? Quem o informou dos objetivos do Muda ao deixar a Câmara toda armadilhada?
Acho que a Presidente vai arrumar a casa, mas tem que ser com a ajuda dos trabalhadores do Município e não da oposição, porque estudaram na mesma escola e o professor foi o mesmo. Digam-me se alguém souber, como queriam estes senhores sanear o Concelho da triste situação financeira em que o deixaram? Será que têm noção da responsabilidade do que fizeram?
Como pode um povo acreditar nas pessoas que agravaram as suas condições de vida, deixando sem poder de manobra este Executivo, para poder manter ou até baixar impostos, água e restante saneamento financeiro e responsabilizar-se por prestar um bom serviço á população se a verdadeira situação financeira do Município é de rotura financeira para não dizer de falência?
Que mudança apregoavam os vendilhões do templo?
Aprendam a gerir e depois concorram a ligares de tanta responsabilizarem e aprendam a gerir o dinheiro que é de todos, assim está o nosso País.

Loading...