quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Projecto Arqueologia das Aprendizagens Apresentado no Alandroal

Resultado de 4 anos de Investigação sobre Contextos Formativos será dado a Conhecer aos Alandroalenses

O Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora em colaboração com a Câmara Municipal de Alandroal vai apresentar o resultado de mais de quatro anos de pesquisas de vários investigadores académicos desenvolvidas no âmbito do Projecto “Arqueologia das Aprendizagens no Alandroal”, que procura fazer uma radiografia de todos os contextos de aprendizagem, no concelho de Alandroal, ao longo de uma década.


Estes resultados serão apresentados através de um seminário e uma exposição no Fórum Cultural Transfronteiriço de Alandroal, durante a tarde do próximo dia 27 de Novembro, e contará com a presença do investigador responsável pela coordenação do projecto, José Bravo Nico, do Presidente da Câmara de Alandroal, João Grilo, representantes da Direcção Regional de Educação do Alentejo, da Universidade de Évora e dos restantes parceiros do projecto.

A investigação pretendeu avaliar o que mudou na vida das pessoas e da comunidade, fruto das aprendizagens recebidas, e avaliou também os efeitos do investimento efectuado na formação e educação no concelho do Alandroal. Agora, na fase de conclusão, os dados obtidos são devolvidos à população vertidos num livro que será apresentado no próximo Sábado.

Nesta tarde será também assinado um novo protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal de Alandroal e a Universidade de Évora para a revisão da Carta Educativa do Concelho de modo a verter neste documento os resultados desta investigação, indo de encontro aos objectivos da Autarquia de criar uma rede de espaços de educação não formal assente na rede de antigas escolas primárias descontinuadas.

Fonte: Gab. Imprensa do Município de Alandroal.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mostra-se com este trabalho que o concelho desenvolveu...NADA.
E...atentemos nos próximos decréscimos.

Um concelho que em 50 anos passa de 14 000 para 6 000 habitantes ilustra bem O QUE SE TEM FEITO e O QUE AÍ VEM.

Não!!! O Poder Local, como??? Se já nem o poder central "governa" o País???

400 novos postos de trabalho??? em 2001? e como ACREDITARAM nesta brutal e enganadora MENTIRA? Sim PORQUÊ?

CINCO DÉCADAS DE INCAPACIDADES DOS GOVERNOS CENTRAIS (a mando do governo europeu) em alguma coisa haviam de dar e, pelo que aí vem se constata, progressiva e tendencionalmente, para pior.

Aos nossos filhos e netos: LUTEM CONTRA ESTA BAGUNÇA de homens causadores da situação "miserável" em que todos estamos envolvidos.

Eles comem tudo...porque votam neles...

Loading...